segunda-feira, 29 de novembro de 2010

♫Eu gosto tanto de você que até prefiro esconder, deixo assim ficar subentendido, como uma idéia que existe na cabeça e não tem a menor pretensão de acontecer...♫

Soa pretencioso eu achar que você quereria algo comigo...
Soa pretencioso quando vejo que você pode ter tudo...
Você é lindo...
Lindo, lindo, lindo...
Acho que gosto de você desde a primeira vez que te vi. Passam os anos e tudo só aumenta...
Consigo te admirar sempre mais, consigo te desejar sempre mais...
Mas é você! E sou apenas eu...

sábado, 27 de novembro de 2010

Quando te vi partindo, senti um sentimento mudo, contemplativo.
Quando te vi ali, sorrindo, quis fazer parte do teu sorriso.
Mas eu não sei fazer isso!
É muito desejo, é muita insegurança.
São muitos olhares.
E eu me questionei se deveria continuar nesse platonismo, se não estaria deixando passar oportunidades...
Resolvi navegar em outro veleiro, com medo de que o seu rumo fosse diferente do meu.
Mas olhar para você me deixava sem graça!
Foi quando ouvi um pergunta: "Quer ir com ele?"
Orgulho, medo.
E o brilho dos meus olhos viu o brilho dos teus olhos partir...

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Tou meio pensativa, chateada...
Não é sobre mim.
O meu lado leonina quer tomar conta, brilhar, zunhar...
Sufoca meu escorpião, ingênuo, ainda não aprendeu a manipular, premeditar.
Fica uma dúvida se tudo foi acaso, ou se existia algo que não foi comunicado.
Temo em acreditar na segunda opção.
Não se brinca com coisa séria.
Tuê é coisa séria.
Mas também não é sobre ele.
É só uma ilustração.

Só peço calma e muita força, dias piores e melhores virão.
Não se leva a vida na imaturidade, talvez isso ensine a crescer.
Não se brinca com coisa séria.
Não se brinca.

domingo, 21 de novembro de 2010

Você me ligou ontem a noite para saber como eu estava.
Um mês e meio depois de eu ter ficado doente.
Esperava mais de você.
Quando se é só um paquerinha, até entendo, não tem obrigação, não tem nada. Lógico que no fundo a gente quer que a pessoa ligue, mas a gente entende que era só uma paquera e que ninguém tem mais obrigações...
Mas você não foi só um paquera.
Não para mim, não para meu filho, não para nossas famílias e acredito que não para você.
E mesmo depois do fim eu ainda te considerava um grande amigo.
Mas fiquei doente, você sabia, e levou um mês e meio para me ligar, para saber como eu estava.

Já está em casa?
Estou a algum tempo.

Duas semanas para ser exata.
Mas eu tava dormindo e não quis prolongar a conversa.
Na realidade me senti mal por você só ter lembrado de mim ontem.
 
Se acaso me quiseres.... Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino