sábado, 30 de abril de 2011

Você 1

Você tem sexto sentido?
Eu tenho, apesar de o meu nem sempre funcionar muito bem...
Só senti que talvez você não me quisesse exatamente lá...
Pode ser paranóia minha. É muito fácil pedir asilo nesse meu castelo.
Espero que seja só impressão...

*********

Você 2

Hoje aconteceu algo muito interessante com minhas borboletas!
Elas não sentiram medo de te ver!

terça-feira, 26 de abril de 2011

Feliz, feliz, feliz!
Feliz que não cabe em meu peito tamanha felicidade!
Estava tensa, apreensiva, pensativa...
Será que ele pensou em mim como eu pensei nele?
Será que ele irá querer me rever?
Será?

Te procurei lá, te procurei ali, te procurei até onde as pitombas tornam-se bebidas... Achei que não estivesse...

Eu estava quase no ali! Pena que não nos encontramos...
Mas sinto-me muito, muito, muito feliz por saber que fui procurada por ti!

sexta-feira, 15 de abril de 2011

-- Ela mandou dizer que está te odiando.

Eu heim...

Eu não estou a odiando.
Talvez um pouco pensativa com algumas coisas que aconteceram. Mas acho que isso é de ambos lados.

Nem o pai do meu filho que às vezes enche minha santíssima paciência (ahan, Iole!) eu consigo odiar!

Eu heim!

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Menti quando disse que não queria te ver hoje...
Logo que deu a hora eu já estava lá sentada, só esperando que você passasse...
Comecei a me sentir ridícula! E se você já tivesse passado?
Paranóias tão reais!
Volto minha atenção à palavra cruzada que está nas minhas mãos...
Foi quando senti afago em forma de cheiro atrás de mim...
Era você!

terça-feira, 12 de abril de 2011

Não sei se quero te ver amanhã.
Sei que quero te ver de novo.
Não sei se amanhã!
Não sei se TPM.
Ou se medo de antecipação.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Pro dia nascer feliz...
Dois, verde e cama...

sábado, 9 de abril de 2011

Tou com uns pensamentos tão indecentes que nem nesse blog eu posso publicar!
Eu sou muito imediatista nas minhas paixões.
Quero o aqui e agora, mesmo que amanhã essa paixão não represente mais nada para mim.
Mas eu sou assim!
Mergulho de cabeça, gosto do perigo do abismo, da adrenalina da queda!
Pulo livre na cachoeira!
Às vezes me dou mal.
Às vezes desejo mais do que sou desejada.
Às vezes descubro que não desejo tanto quanto achei que desejava.
Mas esses meus imediatismos já me renderam boas coisas também!
Outro dia no facebook (relacionamentos modernos) uma amiga discorreu sobre a questão da mulher gostar de ser ignorada.
Eu disse que não gosto.
E não gosto mesmo!
Justamente porque eu gosto do imediato!
Se eu gosto de alguém que não gosta de mim, a ignorada não me faz gostar mais, pelo contrário, me faz sofrer! Mas isso se eu gosto mesmo dessa pessoa.
Se eu não gosto tanto assim, acabo esquecendo.
Impaciência para esses joguinhos de poder!

Eu continuo me jogando...
Atualmente estou surfando em lindas ondas imaginárias, sem em preocupar se aparecerá um banco de areia para me fazer calhar...

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Só uma vontade de estar mais, sentir mais...
Vontade de não ter o mundo ao redor...
Vontade imensa de tantas coisas...

Fecho os olhos e vejo, sonho, devaneio...

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Eu gosto de ser conquistada, de surpresa e carinho...
Gosto de café na cama, flores e um beck...
Gosto de todas essas adoráveis baboseiras românticas!
 
Se acaso me quiseres.... Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino